Política

Apenas 16% dos candidatos a vereadores são nascidos na região

Política

Apenas 16% dos candidatos a vereadores são nascidos na região

No total, 807 nomes disputarão 38 cadeiras no legislativo de Barueri e Parnaíba 

Relação candidato vaga é de 22,6 em Barueri e 19,4 em Parnaíba (Rodrigo Albertini/Arquivo Folha de Alphaville)
No próximo domingo (15), 353,6 mil eleitores da região vão às urnas para escolherem os próximos prefeitos e vereadores de Barueri e Santana de Parnaíba. 

Os candidatos ao legislativo terão uma disputa acirrada, já que a relação candidato/vaga é de 22,6 e 19,4, respectivamente. No total, 807 concorrentes disputarão 38 cadeiras nas Câmaras Municipais. Deste número, apenas 131 candidatos são nascidos nos municípios mencionados, ou seja, 16% do total, sendo 102 em Barueri e 29 em Santana de Parnaíba. Na ordem, 84 e 27 pessoas buscam uma vaga em sua cidade natal.
Os dados foram levantados pela reportagem, junto ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e consideram todos os registros de candidaturas, independente do julgamento.

No geral, 86 candidatos são natural de Osasco, 21 de Carapicuíba e sete de Jandira, municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (Cioeste), composto por Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Alphaville

O TSE não disponibiliza o local de residência dos disputantes, mas, segundo apuração da reportagem junto a diretórios municipais e concorrentes da região, ao menos 20 moram em Alphaville e região. São eles: Edenilton Moreira de Souza (PT), Regina Salles e Professor Paulo Cunha, ambos do MDB, Guilherme Correia (PSD), Ana Maria Barrichello (PODE), Sabrina Colela (Avante), Milka Borges (PSL), Fernanda Passero (PODE), Ilana Zatz (PSD), Regina Baptista (PSD), Jamil Akkari (PSD), Fabíola Braga (PODE), Danny Hengle (PDT), Eduardo Do (Patriota), Fatima Muro (PSDB), Ivan Granha (PSC), Lucia Previato (DEM),Renato Madio (PL), Wagner Contador (PSC) e Sidney Amaral (PODE). 

Propostas

A concorrente Milka Borges quer descentralizar o serviço de atenção à saúde do centro e trazer uma unidade de atendimento para o bairro; além disso implantar um Ganha Tempo na região e integrar o transporte público entre os municípios vizinhos. "Uma ciclovia de ligação entre a Via Parque e as estações de trem e rodoviária", disse.

Fernanda Passero, conhecida como Fernanda do Reclamômetro, destacou como sua principal proposta a remoção da rotatória do Residencial 1 (que é o encontro das principais alamedas do bairro), "transformando num cruzamento inteligente, com direitas livres para dar vazão ao tráfego e substituição das faixas de pedestres e semáforos desnecessários das principais alamedas por passarelas duplas: 1 via para pedestres e 1 para ciclistas", explicou.

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 17 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/