Europa reabre fronteiras a 15 países mas mantém veto ao Brasil

Reabertura terá início nesta quarta-feira (1). (Foto: Oskar Kadaksoo on Unsplash)

Na última segunda-feira (29), a União Europeia anunciou uma lenta reabertura das fronteiras externas. 

A medida entra em vigor a partir desta quarta-feira (1) e permitirá que cidadãos da Argélia, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Japão, Geórgia, Marrocos, Montenegro, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Tailândia, Tunísia e Uruguai voltem a circular pelo espaço aéreo europeu. Além desses países, a China também poderá entrar na lista. 

A relação dos 15 países foi acordada por representantes dos Estados membros da União Europeia, que mantiveram o veto a mais de 150 países, dentre eles o Brasil, Estados Unidos, Rússia e Índia. 

Critérios

A seleção dos países foi realizada seguindo critérios epidemiológicos, considerando regiões que apresentam uma taxa de infecção semelhante ou inferior à media europeia. O segundo critério aplicado é o da reciprocidade, ou seja, que os países também aceitem a entrada de cidadãos europeus. 

O bloco europeu prevê a revisão da lista a cada 15 dias, para adicionar novos países seguros mas também para voltar atrás caso algum país da lista tenha novos surtos da Covid-19. 

Veja mais notícias sobre Mundo.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 26 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário