Vendas de unidades na Região Metropolitana têm salto de 26,7% em 2018

Lançamentos tiveram queda de 42,4% em relação aos de 2017 (Foto: olegdudko/ 123rf)

Dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), apresentados pelo Secovi-SP na última semana, apontam que as cidades da Região Metropolitana de São Paulo (com exceção da Capital) lançaram no ano passado 7,6 mil unidades, representando uma queda de 42,4% em relação aos lançamentos de 2017, que ficaram em 13,1 mil imóveis. Em termos de comercialização, foram escoadas 9 mil unidades, com variação positiva de 15,0% frente às 7,8 mil unidades vendidas em 2017.


No acumulado de janeiro a dezembro de 2018, as vendas totalizaram 29.929 unidades, um crescimento de 26,7% em comparação ao mesmo período de 2017 (23.629 unidades). Com isso, o resultado de vendas em 2018 foi superior aos volumes de comercialização de 2014, 2015, 2016 e 2017, anos da pior crise econômica atravessada pelo País. Dessa forma, 2018 representa a consolidação do crescimento do mercado, uma vez que o ano também superou o resultado da média histórica da pesquisa, de 27,6 mil unidades comercializadas por ano.

No ano, foram lançadas 32.762 unidades residenciais novas na cidade de São Paulo. Essa quantidade superou os lançamentos de 2015, 2016 e 2017. O crescimento moderado de 4,4% em relação a 2017 já era esperado, pois os lançamentos haviam apresentado bom desempenho em 2016.

Tradicionalmente, há um aumento no volume de lançamentos no fim do ano, período em que as incorporadoras concentram os esforços de comercialização a fim de cumprir suas metas. Os dois últimos meses de 2018 representaram 42% do total lançado durante todo o ano. Em volume de vendas, novembro e dezembro corresponderam a 30% do total de unidades comercializadas em 12 meses.

Os imóveis econômicos enquadrados no programa Minha Casa, Minha Vida destacaram-se durante todo o ano. Em vendas, participaram com 37% do total anual comercializado, e nos lançamentos, esse tipo de produto correspondeu a 44% do total lançado, comprovando a importância do MCMV para a retomada do mercado.


Expectativas 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 07 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário