Quinta, 30 Mai 2024

Imóveis

Reajuste de aluguel pode chegar a 24,52%

Imóveis

Reajuste de aluguel pode chegar a 24,52%

Alteração de valor é para contratos com aniversário em dezembro

Segundo o Secovi-SP, o fator de atualização é de 1,2452 (Foto: JCOMP/FREEPIK)

O contrato de aluguel em andamento, reajustado pelo Índice Geral de Preços – Mercado(IGP-M) e com aniversário em dezembro, poderá ter um aumento de 24,52%. Esse é o maior percentual dos últimos 17 anos. Em novembro, a alta anotada foi de 3,28%. 

Segundo o Sindicato da Habitação (Secovi-SP) o fator de atualização é de 1,2452. Ou seja, para atualizar um aluguel de R$1.500,00, que vigorou até novembro de 2020, multiplica-se o valor por 1,2452, que resultará em R$ 1.867,80 a ser pago.

Opinião 

Apesar da alta no índice, a Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) declara-se favorável ao IGP-M (Índice Geral de Preço ao Mercado). Na opinião de José Roberto Graiche Júnior, presidente da associação, o mercado é suficientemente autorregulado e muito maduro para absorver as variações atípicas dos índices.

"Quando há discrepância em índices e a economia vai mal, proprietários e inquilinos se compõem em negociações, são capazes de estabelecer novos valores de aluguel ou corrigir contratos defasados. Não é porque o índice destoou que todos devem aplicá-lo, sempre prevalece o bom senso do mercado", disse. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/