Quinta, 30 Mai 2024

Imóveis

Portabilidade de crédito apresenta alta no país

Imóveis

Portabilidade de crédito apresenta alta no país

 Segundo o Banco Central, de janeiro a julho deste ano, aumento foi de 625% em relação a 2019

Segundo Banco Central, de janeiro a julho foram 8,7 mil operações (Foto: Nattanan Kanchanaprat/Pixabay)

A portabilidade de financiamento imobiliário disparou no país. Segundo o Banco Central, de janeiro a julho deste ano, o número de pedidos efetivados pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) teve uma alta de 625% em relação ao mesmo período de 2019. Foram 8,7 mil operações, ante 1,2 mil no ano anterior. 

Em relação aos pedidos, o cenário também é de aumento. De acordo com o Banco Central foram 26,5 mil solicitações de janeiro a julho, ante 14,8 mil em comparação aos mesmos meses de 2019. 

A instituição destacou que a crise financeira enfrentada neste ano foi um dos fatores determinantes para aumentar consideravelmente a demanda e a oferta de portabilidade de crédito.

Especialista
Segundo a advogada Daniele Akamine, especialista em Economia da Construção Civil, este tipo de portabilidade funciona de maneira parecida com o que ocorre com um plano de saúde ou um serviço de telefonia. "O cliente pode transferir sua dívida de um banco para outro que cobre menos juros", explicou. 

A especialista ressaltou ainda que o processo de portabilidade envolve alguns custos, como análise jurídica e custo de averbação junto ao cartório. "Feitas as contas, na maioria dos casos, a portabilidade acaba compensando", apontou.
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/