Locação no litoral para o feriadão de Carnaval está 62% mais barata

Casas de 4 dormitórios, que em 2018 saíam a R$ 1.770,00 por dia e, Ubatuba (paulosezio/123Rf)

Pessoas que pretendem alugar imóveis para passar o feriadão de Carnaval, que neste ano será no dia 5 de março (terça-feira), no litoral paulista podem comemorar. As diárias de locação estão até 62% mais baratas na comparação com as praticadas no mesmo feriado do ano passado, de acordo com dados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo- Cresci-SP.

O levantamento do Conselho foi feito com 27 imobiliárias, abrangendo as cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela, Bertioga, Santos, São Vicente, Guarujá, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. Os números mostram que para alugar um apartamento de 2 dormitórios no litoral Sul, o interessado pagará R$ 190,00 por dia, valor bem inferior aos R$ 500,00 pedidos em 2018.

Nessa mesma região, os preços também caíram para o aluguel de apartamentos de 1 dormitório (custavam R$ 225,00 e agora saem por R$ 123,00); de 3 dormitórios (passaram de R$ 600,00 para R$ 395,00); e para casas de 2 dormitórios (com locação diária de R$ 420,00 contra os R$ 490,00 do Carnaval passado).

Nas cidades de Guarujá, Santos e São Vicente, no litoral Central, casas e apartamentos de praticamente todos os tamanhos apresentaram redução nos valores das diárias, em percentuais que variaram de -16,3% a -40,75%. Casas maiores, com 4 quartos, têm locação diária a R$ 1.325,00, o que representa 22,05% a menos do cobrado em 2018 (R$ 1.700,00).

No litoral Norte, entretanto, a tendência foi de alta no aluguel para a temporada. Casas de 4 dormitórios, que em 2018 saíam a R$ 1.770,00 por dia, agora saem por R$ 3.210,00, com aumento de 81,35%.

Também estão mais caros os apartamentos com 3 dormitórios. Em 2018, a locação diária custava R$ 650,00 e para este Carnaval, os valores subiram 42,30%, atingindo R$ 925,00. Ainda no litoral Norte, o aluguel está mais vantajoso para quem procura por casas menores. As de 1 dormitório estão 16,71% mais baratas que em 2018 e as de 2 quartos, 14,47%.

Recomendação

O presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, comentou que, independentemente da região escolhida, é fundamental contar com a assessoria de um corretor ou de uma imobiliária no momento da transação. "A locação de temporada tem peculiaridades, como a questão do contrato e da vistoria, que devem ser conduzidas por profissionais aptos para tal", explicou.

Ainda de acordo com o Creci-SP-, interessados em passar as festividades no litoral não podem deixar a locação para a última hora. "Com mais antecedência, é possível conseguir uma negociação mais favorável e um bom desconto no valor final", alertou o presidente do conselho José Augusto Viana Neto.

Entre outras recomendações, é preciso tomar cuidado com a locação por meio de internet e demais plataformas digitais. Consumidores podem se deparar com situações de estelionatos ou também se decepcionar com imóvel por não ser como o esperado. 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 09 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário