CEF anuncia novas medidas em meio à pandemia

Despesas com ITBI representam em torno de 2% a 5% do valor do imóvel (Foto: Pixabay)
Para enfrentar os efeitos da pandemia da Covid-19, na última semana, a Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou novas medidas para o mercado imobiliário nacional. Entre as ações para pessoas físicas estão a implementação do registro eletrônico de escrituras para contratos vinculados a empreendimentos financiados na instituição e financiamento de ITBI e custas cartorárias. 

"O lançamento desse pacote traz benefícios para as empresas e para o consumidor que deseja adquirir sua casa própria", afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante live feita no dia 2.

Mudanças
Com as mudanças anunciadas, a Caixa permitirá que os clientes que pretendem comprar um imóvel, com valor de avaliação de até R$ 1,5 milhão, financiem as custas cartorárias e despesas de ITBI. O limite é de 5% sobre o valor financiado para operações contratadas com recursos SBPE e, com recursos do FGTS, 4%.

Atualmente, essas despesas representam em torno de 2% a 5% do valor do imóvel e são pagas pelo cliente. 

Já o serviço de registro eletrônico de escrituras de empreendimentos financiados na Caixa terá início na segunda-feira (13). Será feito a troca de arquivos de dados estruturados entre o banco e o respectivo Cartório de Registro de Imóveis.

Com esta medida, o registro das operações poderá ser finalizado em cinco dias. 

Veja mais notícias sobre Imóveis.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 06 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário