Domingo, 17 Outubro 2021

Imóveis

Alta da Selic gera alerta sobre repasses nos financiamentos

Imóveis

Alta da Selic gera alerta sobre repasses nos financiamentos

Segundo especialista, expectativa é isso aconteça de forma gradual  

Para especialista, reajuste não deve ser suficiente para frear a demanda (Foto:JCOMP/FREEPIK)

 Após atingir, em 2020, o menor patamar histórico, chegando a 2% ao ano, a taxa Selic, taxa básica de juros da economia, vem registrando altas desde março. Atualmente, ela está em 4,25% a.a., mas a expectativa do mercado é que ela encerre 2021 em 6,5% a.a. 

Este aumento acende uma preocupação em relação a possíveis repasses para os financiamentos imobiliários, que no ano passado, acompanharam a redução da taxa e foram um dos principais motores do aquecimento do setor. 

Segundo Bruno Gama, CEO da Credihome, plataforma de crédito imobiliário multi-banco, a expectativa é que eventuais repasses para as taxas de financiamento imobiliário sejam graduais e não ultrapassem o intervalo entre 7,5% e 8% ao ano.

"Mesmo com algum reajuste, esse ainda é um nível bastante atrativo e não deve ser suficiente para frear a demanda que segue bastante aquecida", destacou.

Motivos 

A competição bancária está entre os motivos que devem manter os financiamentos desta categorias com juros ainda baixos. Isso porque esses produtos se tornaram estratégicos para as instituições financeiras, já que mantêm os clientes a longo prazo.

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/