Rotary de Alphaville abre inscrições para programa de intercâmbio em diferentes países

o-que-fazer-em-nova-york-740x415
Interessados devem estar cursando o ensino médio e ter entre 14 e 17 anos de idade

Estão abertas as inscrições para o programa de intercâmbio do Rotary Club de Barueri Alphaville (RCBA) para estudantes entre 14 e 17 anos de idade, com duração de um ano, gerando oportunidade de conhecer outras culturas, aprender novos idiomas e ampliar horizontes. Os Rotary Clubs patrocinam o programa em mais de 100 países, transformando esses jovens em verdadeiros cidadãos do mundo. As inscrições foram abertas em julho e vão até 30 de setembro. As provas ocorrerão entre os meses de outubro e novembro, com o embarque dos aprovados em julho de 2020, para cumprir o período de um ano no país escolhido.

De acordo com as regras do Rotary, o candidato deverá mostrar interesse em participar do intercâmbio, estar cursando o ensino médio e fazer parte da faixa etária indicada. O programa é aberto a jovens indistintamente, não havendo necessidade de ser filho de rotariano.

O Oficial de Intercâmbio do RCBA, o empresário Arnaldo Orlandi, informa que "por se tratar de um programa de mão dupla, para enviar um jovem do Brasil para fora é preciso que outro candidato de outro país manifeste interesse de fazer o intercâmbio no Brasil. Existe variação de país em cada período de seleção. Os principais são Estados Unidos, Canadá, México, e praticamente todos os países da América do Sul. Há possibilidades de países na Europa, nórdicos e asiáticos, com destaque para a Espanha, França, Turquia, Suécia, Finlândia, Japão, Tailândia, Indonésia, China, Taiwan e Austrália".

Para participar, o candidato precisa enviar uma mensagem pelo site www.pij4563.com.br, que será recebida pela Secretaria do Programa na sede do Rotary e remetida ao Clube mais próximo ao local de residência do interessado. Após a prova de seleção, é feita uma entrevista com o candidato, seus pais ou responsáveis. O processo classificatório dará direito ao interessado de escolher onde fará seu intercâmbio, optando por um dos três países indicados no momento da inscrição. A oportunidade de escolha depende da quantidade de pontos alcançados no processo seletivo.

"É importante salientar que o programa tem caráter cultural e não turístico. Neste aspecto, o intercambista cursará obrigatoriamente um colégio no grau em que está aqui no Brasil no momento da seleção", complementa Arnaldo Orlandi.

Uma vez aprovado, o candidato escolhido deverá arcar com o custo de taxa de inscrição de R$ 500,00 mais R$ 9.800,00 divididos em seis parcelas e a passagem até o destino escolhido, com seguro obrigatório e uma reserva de US$ 500 para despesas extras.

No país de destino, o intercambista ficará hospedado em casas de famílias anfitriãs, selecionadas de acordo com indicações voluntárias. A permanência em cada residência varia entre três e quatro meses em cada casa até completar o período de um ano. 

Veja mais notícias sobre EmpresasEducação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 09 Dezembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário