Após polêmica, Apple suspende prática de ouvir conversas de usuários do Siri

iphone-siri-1525381459858_v2_900x506
Funcionários escutavam gravações para avaliar funcionamento do assistente virtual

Na última semana, a Apple informou a suspensão da prática de ouvir conversas de usuários do assistente virtual Siri. A medida foi tomada como resposta a uma reportagem publicada pelo jornal "The Guardian", que revelou que funcionários de empresas contratadas pela companhia escutavam regularmente vários áudios captados pelo software, incluindo assuntos sensíveis, como negociações para a compra de drogas, informações médicas e sexo.

A companhia já havia admitido que funcionários escutam uma pequena parcela das conversas captadas pelo assistente, menos de 1% do total, com o intuito de melhorar o sistema. O objetivo é classificar uma série de fatores, como se a ativação foi deliberada ou acidental, se a pergunta poderia ser respondida pelo assistente e se a resposta foi apropriada.

A Apple informou que uma "pequena porção" das requisições ao Siri é analisada para melhorar o sistema. As requisições são anonimizadas, ou seja, não são correlacionadas com a identificação dos usuários. Toda a análise é realizada em ambientes seguros e todos os revisores são obrigados a concordar com termos de confidencialidade.

Mas entre o material coletado estão as ativações acidentais, quando o assistente é acionado ao confundir o comando "Hey, Siri". Nessas ocasiões, os usuários nem sabem que estão sendo gravados. O funcionário que revelou a prática ao "Guardian" contou ter ouvido inúmeros casos de conversas privadas entre médicos e pacientes, acordos comerciais, negociações de drogas e encontros sexuais. As gravações são acompanhadas de dados de localização.

Veja mais notícias sobre Empresas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 18 Agosto 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário