Quinta, 20 Junho 2024

MKT & Negócios

A evolução da experiência nos casinos online para os jogadores portugueses

Empresas

A evolução da experiência nos casinos online para os jogadores portugueses

Casinos online vieram mudar o paradigma e oferecer novas formas de experienciar os jogos de azar

Casinos online vieram mudar o paradigma e oferecer novas formas de experienciar os jogos de azar (Foto: Unsplash)

Os portugueses sempre foram fãs dos jogos de azar. Já desde os finais do século XX que os portugueses investem fortemente em jogos sociais como o Totoloto ou as raspadinhas, e não há ano que passe sem uma aposta na Lotaria de Natal. Contudo, e apesar de toda esta predileção para os jogos de azar, a verdade é que Portugal nunca foi um país onde a popularidade dos casinos—ou, pelo menos, dos casinos físicos—surpreendesse por demais.

Num país com apenas 11 casinos físicos, a verdade é que a experiência disponibilizada destes locais em pouco ou nada se alterou desde a sua criação. Felizmente, os casinos online, como os que se encontram em https://casinorix-pt.com/, vieram mudar o paradigma e oferecer novas formas de experienciar os jogos de azar. Vamos ver como.

O crescimento do setor em Portugal

Até 2015, os casinos online não eram legais em Portugal. Até então, os apostadores portugueses podiam apenas jogar legalmente nos jogos sociais disponibilizados pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa ou num dos 11 casinos físicos presentes no país. Dadas as limitações dos jogos legais oferecidos, muitos dos apostadores portugueses escolhiam antes jogar em casinos licenciados noutras jurisdições—ato que podiam fazer sem quaisquer repercussões legais, mas que não lhes dava quaisquer garantias aos olhos da lei portuguesa.

Em 2015, o jogo online tornou-se legal e desde então o número de jogadores online tem vindo a crescer de ano para ano. Comparando o mesmo trimestre em 2021 e 2022, é possível ver que o número de apostadores cresceu em mais de 55%. E é importante ressalvar que estes dados são apenas referentes aos casinos tutelados pelo Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ).

Devido às limitações impostas pelo SRIJ para que um operador possa explorar o jogo online em Portugal (alguns jogos e métodos de pagamento estão proibidos, por exemplo), muitos jogadores portugueses continuam a preferir jogar em casinos online licenciados noutras jurisdições.

Uma história online

Antes de existirem casinos online em Portugal—ou seja, antes de 2015—, os portugueses já jogavam online. Então, os apostadores portugueses jogavam nos casinos online que estavam licenciados noutras jurisdições. Apesar de, na grande maioria dos casos, isto não representar nenhum risco, a verdade é que também não oferecia nenhuma salvaguarda aos apostadores.

No entanto, esses casinos eram as suas únicas opções. Os casinos alavancavam-se das novas tecnologias para oferecer uma experiência única, mas a verdade é que, até recentemente, todos os casinos ofereciam experiências mais ou menos idênticas.

As grandes inovações que aconteceram no setor, deveram-se ao desenvolvimento e melhorias de tecnologias como as de streaming, ou as criptomoedas. No entanto, e como vamos ver, nem sempre estas inovações se manifestaram para os jogadores de casino portugueses.

Limitações legais

Apesar de os casinos online estarem na vanguarda das inovações tecnológicas, a verdade é que muitos dos operadores estão limitados pela lei naquilo que podem oferecer aos seus clientes. Enquanto nos casinos estrangeiros é possível, por exemplo, fazer pagamentos através de criptomoedas ou jogar a jogos de casino ao vivo, nos casinos portugueses tutelados pelo SRIJ, por exemplo, essas duas opções estão proibidas.

Os operadores de casino portugueses não podem oferecer determinados tipos de jogos que são comuns nos casinos online estrangeiros. Isto leva a que muitos jogadores escolham continuar a jogar nos casinos de outras jurisdições.

E mesmo assim, nem sempre as coisas legais continuaram a ser benéficas para os apostadores. Se ao início era fácil fazer apostas desportivas online num casino português, os tipos de aposta foram ficando cada vez mais limitados—em parte porque o Estado queria incentivar os apostadores a apostar no Placard em vez de num qualquer outro casino online.

Considerações para o futuro

É certo que o futuro dos casinos online vai continuar a passar pelas apostas nas novas tecnologias. Hoje em dia, os casinos oferecem todos jogos que alavancam as maiores capacidades dos seus servidores, soluções móveis, vários métodos de pagamento e muito mais. No entanto, não é certo que todas estas inovações cheguem até todos os jogadores.

Como vimos, o Estado português não é necessariamente o mais leniente nas ofertas que permite que os operadores de casino ofereçam (e, por vezes, por boas razões), e não se sabe se as próximas inovações poderão ser experienciadas em casinos online legais em Portugal ou não.

No entanto, resta-nos esperar para ver. Uma coisa é certa: os casinos online vão continuar a inovar e a oferecer boas experiências à maioria dos jogadores.

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.


Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/