Domingo, 14 Agosto 2022

Economia

Startup de produtos usados cai no gosto do consumidor de Alphaville

Economia

Startup de produtos usados cai no gosto do consumidor de Alphaville

 Levantamento foi realizado pela Já Vendeu nas cidades de Barueri e Santana de Parnaíba

Diogo Suguimoto, Vinicius Romani, Daniel Paredes e Lucas Navarro estão à frente da plataforma. (Foto: Divulgação)

Um estudo da ThredUP produzido em maio deste ano, e realizado nos Estados Unidos, considerando todas as faixas etárias, apontou que 93% dos compradores norte-americanos já estão mais abertos a comprar produtos usados, sobretudo quando os itens são mais voltados a roupas, calçados, eletrônicos e eletrodomésticos. O resultado apresentou inclusive um crescimento importante desde antes na pandemia (2019), quando esse desejo de consumo compreendia apenas 70% dos entrevistados.

O país segue a mesma onda e o movimento já havia sido captado por um estudo realizado pelo Sebrae, que apontou que a abertura de empresas focadas em produtos usados alavancou no Brasil mesmo em meio à crise da pandemia. Com base nos dados da Receita Federal, que comparou a diferença entre os primeiros semestres de 2020 e 2021, a entidade identificou uma elevação no comércio de produtos usados de quase 50%.

De olho no nicho, em 2020, Daniel Paredes, Diogo Suguimoto, Lucas Navarro e Vinicius Romani, ex-colegas de universidade que passaram por empresas como GetNinjas, Uber e OLX Brasil, criaram a Já Vendeu (javendeu.com), "Com a instabilidade econômica e o aumento de preços em diversos setores, as pessoas estão em busca de itens de qualidade e com bom preço, por isso esse tipo de compra só cresce. Por outro lado, empresas que precisam vender e até mesmo comprar esses itens, optam por parceiros que eliminem todo o processo burocrático, por isso empresas de todos os tamanhos estão apostando nesse tipo de serviço", explica Lucas Navarro, CEO da startup.

Nicho

Ele ressalta que uma pesquisa recente feita na plataforma mostrou que pessoas e empresas da região de Alphaville apostam cada vez mais nesse tipo de serviço. Segundo o levantamento, nos últimos três meses, houve um aumento de mais de 40% na busca para comprar e vender móveis usados sem burocracia; eletrodomésticos foi a categoria mais procurada para compra, e móveis foi a mais procurada para vendas. O levantamento considerou as cidades de Barueri e Santana de Parnaíba, mas Alphaville foi o bairro responsável por mais de 90% dos resultados.

Modelo de negócio

O sucesso da plataforma pode ser explicado pelo modelo de negócio que facilita o processo de vendas de produtos usados para qualquer pessoa ou empresa. Segundo o CEO, a Já Vendeu cuida de todo o processo, começando pela precificação dos produtos e depois retirada imediata. Em seguida, a mercadoria passa pelo estúdio fotográfico e começa a ser negociada on-line. Fechando a venda, o comprador pode optar por receber sua encomenda em casa ou retirá-la direto no armazém da empresa, localizado na Capital. "Nesse modelo de negócios, comprador e vendedor interagem diretamente com a empresa. Isso assegura a transparência com o estado dos produtos, negociações financeiras e segurança pessoal e de dados de ambas as partes", garante Navarro. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/