Home office é possível para 22,7% dos empregos no Brasil

Dentre os maiores percentuais de probabilidade de teletrabalho, estão os grupos profissionais das ciências e intelectuais. (Foto: Divulgação)

Trabalhar em esquema de home office é possível para 22,7% das ocupações no Brasil, segundo uma pesquisa Ipea/IBGE divulgada na última semana. 

Os maiores percentuais de probabilidade de teletrabalho estão nos grupos profissionais das ciências e intelectuais (65%), diretores e gerentes (61%) e trabalhadores de apoio administrativo (41%). 

Luxemburgo, na Europa, tem o maior (53,4%) potencial de home office, enquanto o Chile, com 25,7%, lidera na América Latina. 

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 06 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário