Equinix amplia investimentos na região e abrirá mais um Data Center

Companhias conectam instituições com seus clientes, colaboradores e parceiros (ALEXANDRU CHIRIAK/123RF.COM)

As perspectivas de crescimento da economia brasileira edo aumento da oferta de serviços terceirizados de TI colocam o país na rota de investimentos em data centers. O primeiro movime nto desse mercado, iniciado no final de 2000, tinha como principal objetivo atender o nascimento das empresas 'pontocom'. Na época, foram instalados imensos IDCs (Internet Data Centers) no Brasil, com o intuito de atender a uma expectativa de demanda gigantesca – que se concretizou apenas em parte – para hospedagem, gestão e manutenção de sites.

Hoje, a tendência de construção e de expansão dos centros de processamento de dados está pautada em outra promessa do segmento de TI: cloud computing (computação em nuvem). Na região, a Equinix abrirá mais uma unidade em Santana de Parnaíba. A empresa tem investido constantemente e já conta atualmente com um data center no município, considerado o maior da América Latina, e mais dois em Barueri, além de unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro. 

Recentemente, a empresa anunciou um investimento de US$ 59 milhões para expansão do data center IBX SP4, em Barueri. "Também foi realizada a aquisição de um novo terreno em Santana de Parnaíba, conforme anunciado em abril de 2017", conta o presidente da Equinix Brasil, Eduardo Carvalho.

O prefeito da cidade, Elvis Cezar, comemorou a notícia e disse que haverá uma parceria com a FATEC. "A Equinix será parceira da FATEC 4.0 e ajudará na formação de mão de obra capacitada para suprir a crescente demanda de proissionais da área de tecnologia de nossa cidade", falou.

A Equinix conecta as principais empresas do mundo com seus clientes, colaboradores e parceiros dentro dos data centers em 52 mercados nos cinco continentes.

Tecnologia da Informação
O mercado de Tecnologia da Informação (TI) — que englobahardware, software e serviços — cresceu 4,5% no Brasil em 2017, último dado disponível. O levantamento foi feito pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), em parceria com a firma de consultoria global IDC.

O Brasil registrou cerca de US$ 38 bilhões de investimento e ficou em nono lugar no ranking mundial, que teve entre os líderes os Estados Unidos (US$ 751 bilhões), a China (US$ 244 bilhões) e o Japão (US$ 139 bilhões).


Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 21 Outubro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário