Economia

Barueri recebeu 9,5 mil novas empresas em 2021, Parnaíba, 3,6 mil

Economia

Barueri recebeu 9,5 mil novas empresas em 2021, Parnaíba, 3,6 mil

Dados são do Mapa de Empresa. País registrou 1,4 milhão de aberturas no ano passado 

M3storage abriu unidade em Barueri em 2021 (Divulgação)
De acordo com o Mapa de Empresas, balanço do 2º quadrimestre de 2021, foram abertas 1,4 milhão de empresas no Brasil, o que representa um aumento de 1,9% em relação ao primeiro quadrimestre do ano citado, além de acréscimo de 26,5% quando comparado com o segundo quadrimestre de 2020.

Na região, em Barueri, de janeiro a dezembro de 2021, foram abertos 9,5 mil negócios. No mesmo período, foram extintos 3,2 mil, ou seja, na comparação, o saldo ficou positivo em 6,3 mil instituições. O tempo de abertura média de uma empresa na cidade é de 2 dias e 2 horas. No país, é de 2 dias e 16 horas.

A cidade, reconhecida como potência econômica, é detentora de diversos índices de destaque como a melhor do país para se fazer negócios, pelo ranking da revista Exame.

Barueri fechou 2021 com 48,7 mil empresas ativas, sendo que destas, 3 mil são filiais. Segundo a gestão municipal, cerca de 12,6 mil empresas estão localizadas na região de Alphaville/Tamboré.

Entre os incentivos fiscais oferecidos pela prefeitura para atrair os empresários, estão a menor alíquota de ISS e IPTU da região, capacitação da mão de obra, além de parque empresarial, com estrutura completa.

Santana de Parnaíba

No município de Santana de Parnaíba foram abertas, no ano passado, 3,6 mil empresas e extintas 1,4 mil. A cidade fechou 2021 com 21,5 mil empresas ativas. 

Avanços econômicos seguem 'atrelados' as mudanças no Governo Federal

Apesar do país estar diante novamente do aumento de casos de Covid-19 e Influenza, o que pode sinalizar um alerta para o cenário econômico, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, afirmou que no momento não está temeroso.

Segundo ele, na cidade, os registros da doença permanecem dentro da normalidade, sem altas escaladas de óbitos e/ou internações.

Furlan disse que está contribuindo diretamente para a geração de empregos, por meio das obras realizadas no município. "Estou movimentando a economia. Agora, enquanto não colocar um governo preocupado em acabar com o desemprego, não acabará", ressaltou. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 17 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/