Prefeitura de Barueri proíbe soltar pipas em parques

Medida visa evitar acidentes envolvendo o uso de cerol (Foto: Michela Brígida/Folha de Alphaville)

A partir de agora, a soltura de pipas e "papagaios" está proibida em todos os parques municipais de Barueri. A resolução, da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), tem como objetivo trazer mais segurança aos visitantes, uma vez que os itens costumam ser usados com materiais cortantes, como cerol ou linha chilena.

De acordo com o diretor da Coordenadoria de Parques da Sema, Ademir do Nascimento, a administração municipal estava recebendo diversas reclamações via o APP Barueri, de moradores reivindicando contra as pipas nos parques municipais, que em média, reúnem cerca de 10 mil pessoas aos finais de semana. "Imagine o risco que uma linha com cerol oferece dentro desses ambientes", ressalta.

A medida não proíbe apenas a soltura de pipas, mas "a prática de qualquer outra atividade que possa colocar em risco a população dos Parques, bem como sua flora e fauna". Desde 2003, a cidade desautoriza mediante a lei municipal 2.054, o uso de qualquer material cortante durante a atividade.
O descumprimento da resolução prevê multa de até R$ 1.500 para quem portar o material. Além disso, segundo a Polícia Civil, o Código Penal qualifica o uso como crime passível de prisão. 

Veja mais notícias sobre CidadesBarueri.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 22 Novembro 2019

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário