Segunda, 30 Novembro 2020

Cidades

Para conter avanço da dengue, Barueri cria brigada contra Aedes aegypti

Cidades

Para conter avanço da dengue, Barueri cria brigada contra Aedes aegypti

 Vistoriar imóveis dos órgãos públicos e orientar população está entre as ações do grupo. Município tem dois casos confirmados

Barueri intensificou as visitas em residências e comércios para alertar sobre a dengue (Foto: Júlio César Almeida/Arquivo Folha de Alphaville)
Apesar das atenções estarem voltadas para o coronavírus, um problema antigo continua assolando as cidades: a dengue. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em janeiro, 10.890 casos da doença foram confirmados no estado, 320 na Grande São Paulo.

Em Barueri, de acordo com dados da prefeitura, até quinta-feira (13), dois casos foram confirmados. Em 2019, o município registrou 142 casos. Já em Santana de Parnaíba, foram 95 ocorrências, conforme dados do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). 

"A combinação de chuvas intensas com temperaturas altas favorecem a atividade biológica do Aedes aegypti. A preocupação maior é que o surto previsto para 2020, e já em curso, é causado pelo sorotipo 2 do vírus, que é conhecido por ser mais agressivo quando comparado aos outros", explicou o Marielton dos Passos Cunha, pesquisador e pós-doutorando do Departamento de Microbiologia do ICB-USP.

Como forma de conter o avanço da doença, Barueri criou recentemente a brigada contra o mosquito transmissor da doença. Trata-se de equipes de trabalho criadas em todos os órgãos e entidades da administração, compostas por servidores, que deverão "vistoriar periodicamente o imóvel onde se localiza o órgão público, identificar áreas que requerem um cuidado constante, atuar de forma preventiva e divulgar informações educativas sobre cuidados com a doença".

Mais ações
Além disso, Barueri intensificou as visitas a residências e comércios para verificar a presença de criadouros de mosquitos e orientar a população e montou, no fim do ano passado, a sala de Situação de dengue com participação de vários setores municipais para o combate as arboviroses.

Em Santana de Parnaíba, as visitas acontecem semanalmente e todos os bairros são vistoriados com o objetivo de localizar possíveis focos de criadouros do mosquito transmissor. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 30 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/