Quinta, 27 Janeiro 2022

Cidades

Municípios aguardam parecer do governo para manter região na fase laranja

Plano São Paulo Cidades

Municípios aguardam parecer do governo para manter região na fase laranja

Cidades alegam que taxa de ocupação de leitos atual permitiria a permanência nesta etapa nos fins de semana 

Associações alegam que bares e restaurantes não aumentam casos da Covid-19 (Foto: Divulgação)
Os prefeitos das 11 cidades que compõem o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), o que inclui Barueri e Santana de Parnaíba, decidiram, na segunda-feira (25), solicitar um estudo técnico para manter a região na fase laranja do Plano São Paulo também aos fins de semana.

É que nos dias 30, 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, o governo de São Paulo determinou que todo o estado fique na fase vermelha, em que só estão autorizados a funcionar serviços essenciais. Já na fase laranja, bares não podem abrir e demais serviços funcionam com restrições de horários e capacidade.

À reportagem, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou que o prefeito de Osasco e presidente do Cioeste, Rogério Lins, apresentou alguns dados da região. "Os gestores alegam que o índice de ocupação atual de leitos Covid permitiria que a área fique na fase laranja mesmo nos fins de semana", apontou. 

Segundo ele, os dados foram entregues e uma resposta será dada em breve.

Comércio
A decisão de regredir a região para a fase laranja não agradou representantes do comércio local. É o caso do Sindicato Empresarial de Hotéis, Restaurantes e Bares (SinHoRes Osasco - Alphaville e Região). Para o presidente Edson Pinto, o maior problema foi decretar o fechamento do setor sem nenhum tipo de contrapartida ou apoio. 

"Acreditamos que os prefeitos conseguirão equilibrar economia e saúde, flexibilizando a fase laranja, de modo a permitir o funcionamento até as 22h pelo menos e a abertura aos finais de semana. A categoria espera que até o fim de semana seja revertida essa situação", destacou.

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan, disse que concorda com a posição do governo, mas acredita que o aumento de casos está relacionado a aglomerações, viagens e festas. "Minha opinião é que restaurantes podem ficar abertos até as 22h, sem aglomerações e seguindo a orientação da vigilância". Santana de Parnaíba não respondeu até o fechamento da edição. 

Covid-19 na região

Nesta quarta-feira (27), segundo dados da gestão, Barueri registrou um total de 11.841 casos confirmados da Covid-19 e 468 óbitos. 99 pacientes estão internados no Hospital Municipal e no pronto-atendimento do Jd. Paulista.

Já em Santana de Parnaíba, de acordo com dados de quinta-feira (28), chegou a 6.201 ocorrências e 146 mortes. 54 pessoas estão hospitalizadas e a taxa de ocupação de leitos é de 50% no Centro de Combate ao Coronavírus.

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 27 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/