Escolas da região se preparam para a retomada das aulas presenciais

.Instituições terão que seguir um rígido protocolo de segurança para o retorno (Foto: Andrea Felizolla/Arquivo Folha de Alphaville)
Oito de setembro. Esta é a data prevista para a volta das aulas presenciais em escolas públicas e privadas do Estado de São Paulo. O anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta quarta-feira (24). As atividades foram suspensas em março por conta da pandemia da Covid-19. Escolas da região já se preparam para o retorno.

Segundo a gestão, nesta primeira etapa, as salas devem ter ocupação máxima de 35%, com revezamento de estudantes durante a semana, que será definido pela escola. As instituições terão que seguir um rígido protocolo de segurança com ações, como distanciamento de 1,5 m, recreios com revezamento das turmas em horários alternados e fornecimento de água potável em recipientes individuais.

"Será uma volta gradual e responsável, que tem como princípio fundamental garantir a saúde e a vida dos alunos e profissionais de Educação", afirmou Doria.

De acordo com a governo, a retomada das atividades presenciais só acontecerá de fato se todas as regiões do estado permanecerem na etapa amarela do Plano SP por 28 dias consecutivos. A fase citada é a terceira menos restritiva segundo critérios de capacidade hospitalar e progressão da pandemia. Atualmente, a capital e Região Metropolitana estão na fase dois laranja.

Escolas da região

Em entrevista à Folha de Alphaville, a diretora pedagógica do Colégio Objetivo, Maria Luiza Guimarães, disse que a instituição já vem se preparando para a reabertura e que seguirá todos os protocolos de saúde do Governo do Estado.

"Teremos tapetes higienizadores, limpeza contínua das salas e espaços comuns, além de suportes com álcool gel que já tínhamos na escola. Estamos estudando realizar testes da Covid-19 em funcionários para garantir a segurança de todos", destacou Maria Luiza. 

A diretora pedagógica enfatiza que ainda será decidido qual faixa etária de alunos deve retornar inicialmente. "Daremos também toda a liberdade para os pais que não quiserem enviar seus filhos para a escola neste primeiro momento. Vamos entender e eles manterão fazendo as aulas online ao vivo, que têm funcionado muito bem", disse.

Já o Colégio Mackenzie afirmou que um grupo multidisciplinar do instituto está se dedicando a estudar medidas que irão compor as ações para volta às aulas. "Iremos aplicar todos os procedimentos de prevenção indicados pelas autoridades, a fim de diminuir as possibilidades de contágio em nosso campus", disse. 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 15 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário