Cidades

Barueri recebe vacina contra Covid-19 nesta terça-feira (19) e inicia imunização

Imunização Cidades

Barueri recebe vacina contra Covid-19 nesta terça-feira (19) e inicia imunização

Foram entregues 3.960 doses da vacina CoronaVac; profissionais da saúde que estão na linha de frente foram os primeiros imunizados

A técnica de enfermagem Deise Aparecida Damaceno foi a primeira pessoa a receber a vacina em Barueri (Foto: Benjamim Sepulvida/Secom Barueri)

Na tarde desta terça-feira (19), a Prefeitura de Barueri recebeu um caminhão com 3.960 doses da vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butatan/Sinovac e já iniciou a vacinação em profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia. 

A primeira pessoa a receber a vacina foi Deise Aparecida Damaceno, técnica de enfermagem no Pronto-Atendimento do Jardim Paulista, que disse que a imunização é um alento para os profissionais de saúde. "Que bom que a vacinação começou, que todos os brasileiros tenham a oportunidade de recebê-la", destacou.

Após a aplicação das primeiras doses, parte das vacinas seguiram imediatamente para o hospital de retaguarda do Jardim Paulista, iniciando assim a imunização dos profissionais que atuam na unidade.
A administração pretende finalizar este processo rapidamente, conforme as vacinas forem sendo entregues. A segunda dose do imunizante deve ser aplicada 21 dias após a primeira.

O vice-prefeito Roberto Piteri disse que é uma data para ser celebrada e que traz a esperança ao coração do povo de Barueri e do país. "A estrutura de saúde de Barueri foi preparada para realizar a imunização e queremos com isso que o número de casos na cidade diminua. A vacinação é fundamental nesse processo, mas é preciso continuar com as precauções, o autocuidado e o cuidado com o outro. Vamos vencer essa doença", disse.

Vacina deve diminuir gravidade da situação
À reportagem, o diretor técnico do HMB, Paulo Tierno, afirmou que, após a vacinação dos profissionais da saúde, as pessoas dos grupos de risco devem ser priorizadas. 

"Após a vacinação nos profissionais que estão na linha de frente, que devem estar seguros, precisamos priorizar os outros grupos de riscos que são os idosos e os que têm comorbidades. Acredito que vacinando essa população de risco, vai diminuir a gravidade da doença e vai refletir em um número menor de internações", destacou Tierno.

Envio das doses
Ao todo, o governo Estadual deverá enviar 80 mil imunizantes de forma fracionada. Segundo a prefeitura, a Secretaria de Saúde Municipal espera que mais imunobiológicos sejam enviados semanalmente a Barueri, mas ainda não há confirmação por parte do Ministério da Saúde quanto a periodicidade e nem a quantidade do envio de novas doses.
Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 03 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/