Domingo, 17 Outubro 2021

Cidades

Barueri recebe a 1ª posição no eixo Economia entre as cidades mais inteligentes do país

Cidades

Barueri recebe a 1ª posição no eixo Economia entre as cidades mais inteligentes do país

O Município paulista ainda foi pontuado como a quinta cidade mais bem posicionada em Mobilidade e Acessibilidade, além de ficar em terceiro lugar do Ranking Connected Smart Cities 2021 entre as cidades com porte de 100 a 500 mil habitantes 

Município ainda foi pontuado como a quinta cidade mais bem posicionada em Mobilidade e Acessibilidade. (Foto: Divulgação Secom Barueri)
Barueri é a líder no eixo Economia, de acordo com o estudo do Ranking Connected Smart Cities 2021. A cidade paulista ainda ficou em quinto lugar como a cidade mais bem posicionada no eixo Mobilidade e Acessibilidade, além de assumir a terceira colocação entre as cidades com porte de 100 a 500 mil habitantes. O primeiro lugar na classificação geral do Ranking 2021 ficou com São Paulo (SP), o segundo foi para Florianópolis (SC), seguido de Curitiba (PR) e Brasília (DF). Na quinta posição está Vitória (ES). Em sexto lugar, aparece São Caetano do Sul (SP), seguido de Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Niterói (RJ) e Salvador (BA).

O Centro de Convenções Frei Caneca sedia, entre hoje e sexta-feira, a 7a.edição do evento nacional Connected Smart Cities e Mobility, que destaca as cidades mais inteligentes do país com a apresentação do Ranking e ainda com o Prêmio Connected Smart Cities que traz 10 finalistas com negócios inovadores para as cidades. Neste ano, o evento acontece em formato híbrido, presencialmente, nesta quarta e quinta-feira, e ,de forma digital, até sexta, 03.

O resultado do Ranking Connected Smart Cities 2021, estudo elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, foi apresentado durante a Cerimônia de Abertura do evento para autoridades, empresários e especialistas nacionais e internacionais. O Ranking mapeia todos os 677 municípios com mais de 50 mil habitantes. O objetivo é definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil. A edição 2021 do estudo conta com 75 indicadores ( 5 a mais que o ano anterior), que atestam serviços inteligentes nas cidades.

O resultado é apresentado em 4 frentes: posição geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional. O estudo é composto pelos indicadores de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, eixos temáticos discutidos no evento nacional do Connected Smart Cities & Mobility.

"Nesses sete anos de atuação, a Plataforma Connected Smart Cities vem desempenhando papel fundamental junto às empresas, entidades e governos na busca pela inovação, tendo como objetivo fundamental tornar as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas, comenta a CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria.

DESTAQUES BARUERI

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), cita que "uma cidade inteligente é aquela que consegue aliar o desenvolvimento econômico à qualidade de vida, é a cidade que utiliza seus recursos para atender às demandas da população. O Ranking Connected Smart Cities é um importante feedback que mede o alcance das nossas políticas públicas e serve como balizador daquilo que a gente ainda precisa fazer. Medir os resultados é essencial para correção e manutenção das ações", afirma o prefeito.

BARUERI EM NÚMEROS

A cidade de Barueri mantém-se como a mais bem posicionada no eixo de Economia do Ranking Connected Smart Cities, sendo novamente a cidade com mais empregos para cada habitante em idade adulta (acima de 18 anos). São 1,41 empregos para cada residente nesta faixa etária.

A cidade também conta com 95,4% dos empregos formais no setor privado, e conta com 60% de toda receita municipal própria, não oriunda de repasses. Em 2021, Barueri já registra crescimento de 10,5% dos empregos, e o crescimento de empresas no último período analisado é de 2,55%. No eixo de Empreendedorismo, a cidade conta com crescimento de 8,3% no número de empresas do setor de tecnologia, e excepcional crescimento de empresas da economia criativa de 9,16%.

Em Saúde, os destaques ficam para a quantidade de médicos disponíveis. São 541 médicos para cada 100 mil habitantes, investimento público no setor próximo a R﹩3 mil por habitante (valor médio brasileiro na faixa dos mil reais per capita) e a disponibilização de agendamento online de consulta na rede pública de saúde. Em 2021, Barueri, além do Eixo de Economia (1ª posição no recorte do Ranking Connected Smart Cities), destacou-se ainda na 13ª colocação do recorte de Saúde e na 19ª colocação no recorte de Tecnologia e Inovação. 

Newsletter
Não perca nenhuma notícia.

Inscreva-se em nossa newsletter gratuita.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/