Nova tradução de Machado de Assis em inglês esgota em um dia nos EUA

A nova tradução feita por Flora Thomson-DeVeaux foi recebida com elogios pela crítica norte-americana (Foto: Reprodução/Twitter)

Em menos de 24h, a nova tradução para o inglês de "Memórias póstumas de Brás Cubas", uma das maiores obras de Machado de Assis, se esgotou em duas das maiores cadeias de livros dos Estados Unidos: a livraria Barnes and Noble e a Amazon. 

Relançado pelo selo Penguin Classics na terça-feira (2), a versão física do livro seguiu esgotada durante toda a semana.

A nova tradução feita por Flora Thomson-DeVeaux, responsável também pelo lançamento, foi recebida com elogios pela crítica norte-americana. Na renomada revista "The New Yorker", o escritor Dave Eggers classificou a obra de Machado como "uma das mais espirituosas, divertidas e, portanto, mais vivas e atemporais de todos os tempos".

Veja mais notícias sobre Caderno A.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 13 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.folhadealphaville.com.br/

Siga a Folha

INFORME SEU ENDEREÇO DE E-MAIL:

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário